Blog

Contabilidade criativa de Dilma e Mantega escondeu R$ 2,3 TRILHÕES das contas do governo

Foto: Elza Fiúza/ABr

Fato foi lembrado pelo relator das pedaladas fiscais na análise que o TCU fez

Segundo Augusto Nardes, ministro relator que, via TCU, emitiu parecer contrário à aprovação das contas de Dilma, o valor encontrado era tão absurdo que ele se viu na obrigação de fazer o alerta pessoalmente à presidente. Tratava-se de um passivo de R$ 2,3 trilhões relativos a déficits da Previdência, demandas judiciais contra a União e depreciação de bens imóveis. Tudo isso referente às contas de 2013, julgadas em 2014. O Spotniks fez um ótimo artigo para explicar melhor a que esse número tão assustador se refere. O valor foi revelado à imprensa na época em resposta a pergunta sobre a contabilidade criativa explorada por Dilma e Guido Mantega. Era desta forma, ao ocultar gastos astronômicos e dívidas futuras, que a petista passava a ideia de que a saúde financeira do Brasil estava em dia.

Foto: Elza Fiúza/ABr

Leia também | Na última vez que um presidente teve contas negadas no TCU, deu um golpe e virou ditador

 

To Top