Blog

Delator confirma: campanha de Dilma recebeu dólares na Suíça

Foram pelo menos 300 mil dólares, cerca de R$ 1,2 milhão.

Em delação premiada, o lobista da SBM Offshore (empresa holandesa), Júlio Faerman, confirmou ter doado US$ 300 mil para a campanha de Dilma Rousseff em 2010. O valor corresponde a R$ 1,2 milhão. O montante foi transferido para conta de Pedro Barusco, então gerente da Petrobras e agora também delator na Operação Lava Jato.

Fica cada vez mais claro – e agora confirmado pelas partes envolvidas – que a estrutura da Petrobras foi mesmo utilizada para benefício do PT, com direito a um diretor da empresa operar conta na Suíça para repassar doação ilegal para a campanha de Dilma Rousseff.

E agora? Fica por isso mesmo?

Notícias Recentes

To Top