Blog

Delator do Petrolão confessa ter pago R$ 2 milhões em despesas pessoais ao filho de Lula

Foto: Ricardo Stuckert

O operador do PMDB no esquema também chegou a citar Eduardo Cunha, mas nada substancial contra o presidente da Câmara.

Lauro Jardim está de casa nova (O Globo) e voltou com um furo daqueles. Segundo ex-colaborador da coluna Radar, da Veja, Fernando Baiano entregou ninguém menos que Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha. A delação já foi homologada por Teori Zavascki e, nela, o operador do PMDB no Petrolão confessa ter pago R$ 2 milhões em despesas pessoais do filho de Lula. Jardim comenta que Cunha chegou a ser citado, mas Baiano não soltou nada substancial contra seu aliado, o que deixa a sensação de ter sido esse uma espécie de revide do presidente da Câmara, constantemente bombardeado pelo petismo. A grande desconfiança da oposição vem sendo a de que Lula andou mascarando a propina recebida em propriedades para seus familiares. Portanto, essa nota pode ser, como diria Gilmar Mendes, a pena que se puxa e traz junto uma galinha inteira.

Em delação, Fernando Baiano diz que pagou despesas pessoais de filho de Lula

Leia também | Ainda comprando apoio contra o impeachment, Dilma tira do PT e dá os Correios ao PDT

To Top