Blog

Dengue volta a crescer em São Paulo e gestão Haddad tenta terceirizar a culpa

Enquanto seus secretários culpam o governo do estado e até a prefeitura de Campinas, órgão da prefeitura de São Paulo é foco do mosquito da dengue.

Haddad e outro "novo" que tentarão empurrar neste ano.

Haddad e outro “novo” que tentarão empurrar neste ano.

Segundo reportagem da Folha de São Paulo, os casos de dengue na cidade de São Paulo passaram dos 1.100 no primeiro trimestre de 2014, representando um aumento de 15,4% em relação ao ano anterior. Por mais paradoxal que soe – uma vez que o mosquito transmissor precisa de água parada para se reproduzir –, o secretário José de Filippi Jr tentou associar o crescimento à falta de chuvas no período, jogando a culpa para o governo do estado:

“Nossos agentes da Lapa identificaram a população reservando água em recipientes desprotegidos, se precavendo por causa da escassez de chuvas”, disse Fillippi Jr.

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde classificou de “absurda” e “ofensiva” a tentativa da prefeitura de São Paulo de não assumir o problema.

“A secretaria municipal de saúde deveria compreender que não é do interesse público jogar sobre os cidadãos ou sobre outras esferas de governo uma responsabilidade que lhe é exclusiva”, diz a nota.

Um ano antes, a mesma Folha de São Paulo alertava que a prefeitura de São Paulo havia reduzido a ação contra a proliferação de mosquitos na região, o que gerou protestos dos moradores.

Reclamações sobre o “boom” de pernilongos são frequentes em bairros da zona oeste, como Vila Madalena, Pinheiros e Butantã – ao lado do rio Pinheiros, criadouro ideal da praga.

Moradores são unânimes em dizer que, neste ano, a situação está pior. E a culpa não é só do calor recorde. Agentes da prefeitura que realizam vistorias e o controle dos insetos não são vistos com frequência pelas ruas.

Sob condição de anonimato, os funcionários que atuam na região oeste confirmam que as visitas diminuíram.

(grifos nossos)

A situação chegou a tamanho absurdo que até a subprefeitura da Lapa vem sendo vitimada pelo avanço da Dengue. O SPTV fez uma reportagem em vídeo sobre o ocorrido. Os funcionários do órgão não se deixaram filmar, mas confirmam que estão todos trabalhando munidos de “raquetes eletrônicas” para se defenderem dos ataques que sofrem. Já há um caso confirmado e ao menos duas outras suspeitas.

Screen Shot 2014-04-16 at 3.13.23 PM

Osasco, município vizinho à Lapa e que também se encontra sob o comando do PT, é citada no vídeo como tendo uma suspeita de foco de dengue num terreno da prefeitura. Mas, mesmo com os mosquitos atacando os próprios funcionários públicos, em outra fala do secretário, José de Filippi Junior tenta convencer que a doença estaria vindo de Campinas, município que fica a 100km de distância da capital.

Na conta atualizada, os casos de dengue em 2014 já estariam em 1.745 contra 1.229 para o mesmo período um ano antes.

Mais Lidas

To Top