Blog

Depois do triplex do Lula, o duplex da Rosemary

E denúncia foi feita nesta semana pela revista Isto É, mas curiosamente poucos veículos a repercutiram. Por que será?

O triplex no Guarujá é certamente um dos grandes fatores a acentuar a já terrível turbulência vivida por Lula. No começo, todos negavam, mas agora até mesmo sua esposa entrou com ação judicial para reaver o dinheiro que teria sido investido no imóvel.

E agora, vejam só, duas curiosas coincidências. Outra pessoa de seu círculo mais próximo, digamos assim, também obteve um apartamento pela mesma cooperativa (que, por óbvio, é investigada). E esse também não é apenas de um andar.

Lula---Rosemary-Noronha---triplex---duplex---Bancoop

Trata-se de Rosemary Noronha, apontada como realmente muito próxima de Lula. Segundo a revista Isto É, remetendo a investigações do Ministério Público, a amiga íntima do ex-presidente teria dois apartamentos, ambos no bairro paulistano da Mooca, e um deles seria duplex. Sim, de dois andares. Não é o triplex do todo poderoso, mas também não é pouca coisa.

A gravidade da coisa começa com o fato de ela ter omitido a propriedade e, além disso, não ter apresentado comprovantes de pagamento do imóvel mais caro – que está no nome da filha. Ocorre que a herdeira já confirmou que a mãe seria a pagadora de várias parcelas e depois ela arcou com o custo. Ok, ok. Só que ela TAMBÉM não teria comprovado nada disso.

Ou seja: complicou. E em breve, ainda segundo a Isto É, isso será de conhecimento de todos.

Só se estranha o quase total silêncio do resto da imprensa. Parece que sob o pretexto de preservar a intimidade do líder petista acabam por suprimir também as notícias importantes derivadas de alguma relação. Isso é errado.

Sim, a parte estritamente íntima precisa ser resguardada, mas o resto não só pode como DEVE ser divulgado.

To Top