Blog

DESPERDÍCIOS DO PT – Parte VI: Ferrovia Transnordestina

O que poderia ser feito com o dinheiro gasto neste projeto que já ultrapassou em 3 BILHÕES de reais o orçamento original.

Dando continuidade à série de artigos que visa elencar os 10 maiores desperdícios de dinheiro nas obras faraônicas destes 12 anos de governo petista, o Implicante apresenta hoje o caso da Ferrovia Transnordestina.

lula_dirceu_dilma

infografico

Do que se trata

A Transnordestina é uma ferrovia que liga o porto de Pecém, no Ceará, ao porto de Suape, em Pernambuco, passando pelo estado do Piauí. No total, serão 1.728 km de ferrovias que, teoricamente, servirão para elevar a competitividade da produção agrícola e mineral da região.

Orçamento original

A previsão inicial era de que o projeto consumisse R$ 4,5 bilhões.

Orçamento atual

As obras foram iniciadas em 2006 com expectativa de que fossem finalizadas em 2010, mas, oito anos mais tarde, seu orçamento já chegou a R$ 7,5 bilhões e seu lançamento foi adiado para 2016.

Estouro do orçamento

O sobrepreço atingiu R$ 3 bilhões, com os quais seria possível construir:

Defesa do Governo

Por falta de verba e outros entraves, a ferrovia, que a princípio seria construída pelo governo federal, foi repassada para a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), que criou a empresa Transnordestina Logística S.A. para ser concessionária da obra, mas o governo ainda é responsável por garantir financiamentos de bancos e órgãos públicos. Alguns meses atrás, no entanto, as construções estavam completamente paradas, e recentemente a CSN foi multada – em R$ 10,275 milhões – pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) por irregularidades na obra.

To Top