Blog

Dilma é uma recordista: queda do PIB de 2015 será muito maior do que o previsto

Parece notícia repetida, mas é de hoje.

O governo de Dilma Rousseff criou esse tipo de situação meio bisonha: notícias terríveis, bem terríveis mesmo, soam como fato da vida, coisa comum, parecem até mesmo “repetidas”. Anos atrás, uma queda no PIB – que significa encolhimento de toda a economia nacional – seria um escândalo. Hoje, virou algo corriqueiro.

Mas, sim, é terrível.

E aí vai: o mercado já calculava uma queda de 3,62% no PIB, um índice suficientemente alarmante e desesperador. Mas será pior: as novas estimativas apontam para 3,7% de recuo. Agora, imaginem o impacto disso no desemprego e outros fatores que só se agravam à medida que a crise aumenta – com direito à inflação já em alarmantes dois dígitos (segundo o IPCA, fechará o ano em 10,70%.

Dilma Rousseff - PIB

No fim, parece notícia repetida, mas é nova e de hoje (infelizmente). A queda no PIB será muito maior do que a (já pessimista) previsão.

Notícias Recentes

To Top