Blog

Pós-PT: Ciro Gomes se lança para 2018

A reaparição do político não é mero acaso.

De repente, em meio ao turbilhão do início do processo de impeachment, surge Ciro Gomes. Ou melhor: RESSURGE. A imprensa passa a veicular declarações, entrevistas, pensamentos, opiniões, ponderações, ataques etc. Tudo isso sem fazer uma mínima análise que seja desse fenômeno de ressurreição.

Então vamos lá: Ciro está de olho nas eleições 2018. É isso.

Sua estratégia, aliás, é inteligente. Ele sabe que tanto Lula quanto PT estão acabados nacionalmente. E também sabe que não há um nome forte para dar sequência ao petismo. As razões são duas: em primeiro lugar, o partido foi criado, cresceu e atingiu a maturidade com base no messianismo lulista. Além disso, claro, vários líderes que poderiam despontar acabaram enroscados com o Poder Judiciário – e alguns foram presos.

Toda essa conta certamente foi feita por Ciro Gomes. Ele herdará o eleitorado petista e por óbvio tentará ir além, buscando também aquele lusco-fusco, a parcela “nem lá nem cá”, que nas últimas eleições ficou identificada com Marina Silva e, mesmo antes, com Cristóvam Buarque.

É o pós-PT. Além do marinista Rede Sustentabilidade, há quem aposte no PSOL para tal papel. Pois Ciro Gomes já se antecipou a ambos e aproveitou sua exposição nacional para o simbólico (e expressivo) lançamento do próprio nome.

Como diz a máxima: não há vácuo na política. Além disso, nem sempre o rei precisa estar “morto” para que outro monarca apareça “posto”.

Dilma Rousseff - Ciro Gomes

Enfim, Ciro já sai como nome forte governista para 2018.

Notícias Recentes

To Top