Blog

Esquerda passa vergonha ao culpar Doria por multas aplicadas na gestão do petista Haddad

Eles ainda não acordaram.

Foto: Fabio Arantes / SECOM PMSP

Esse é um daqueles momentos em que fica impossível saber se os esquerdistas estão sendo maliciosos ou apenas idiotas. Talvez um pouco dos dois, mas sigamos.

Começou a circular notícias dizendo que a arrecadação com multas de trânsito cresceu quase 30% no primeiro mês do governo Dória. Rapidamente, a esquerda começou a fazer piadinhas sobre as promessas de campanha do atual prefeito de São Paulo, já que ele prometeu acabar com a indústria da multa.

Sim, eles não pararam para pensar e passaram vergonha. Uns continuam passando, mesmo depois de os veículos terem apagado as matérias com esse tipo de chamada. Pois é.

Mas vamos aos fatos, mostrando de forma simples o tamanho do constrangimento passado pela galera esquerdista.

Existe uma diferença basilar e entre AUTUAÇÃO e PAGAMENTO da multa. O primeiro mês de João Dória foi, por óbvio, janeiro. Praticamente todas multas PAGAS em janeiro não foram aplicadas no referido mês, mas sim em dezembro, novembro, outubro etc. Qualquer um com polegar opositor sabe disso: o motorista comete a infração, em até 30 dias recebe uma notificação (para fazer eventual recurso) e então chega a dolorosa para o pagamento.

Vergonhoso que não tenham refletido acerca de algo tão bobo, não é mesmo? Mas piora. sempre piora. Isso porque a arrecadação “recorde” de janeiro não representa surpresa alguma. O fato é pra lá de corriqueiro, pois é o mês de licenciamento de veículos. Desse modo, é preciso quitar multas atrasadas para ter o carro licenciado.

E não acaba aí. As multas de trânsito sofreram aumento em novembro, o que já explicaria um arrecadação maior em seguida.

Algo simples, bastaria ter um pouco de noção, mas nessa hora a tal “pós-verdade” fala mais alto e a turma divulga muito mais pelo desejo de ser real do que pela realidade efetiva de um fato. Deu no que deu e passaram vergonha.

Os veículos maiores que entraram nessa, sejamos justos, agiram muito bem apagando os títulos. Ninguém está livre de errar, e corrigir é sempre algo virtuoso.

O problema é a militância esquerdista que, por viver fechada na bolha dos iguais, não percebe a vergonha que passa. Ou então já abriram mão desse tipo de cautela, já que nenhuma vergonha é maior do que defender o esquerdismo.

Notícias Recentes

To Top