Blog

EUA aumentam taxa de juros: veja como o Brasil se estrepará com isso

A coisa ficará ainda mais feia por aqui.

Após sete anos, o FED (Federal Reserve, espécie de Banco Central americano) decidiu aumentar a taxa de juros, mudando-a de 0 a 0,25 para até 0,5%. Mantiveram juros baixos por anos em razão da crise de anos atrás, porém será preciso aumentá-los agora.

Mas isso afetará o Brasil? Será bom? Será ruim? Pois afetará e muito. E, sim, será ruim. Provavelmente será mesmo péssimo.

Veja como esse aumento atingirá nossa já combalida economia, nos quatro pontos fundamentais:

1 – Fuga de capital
Com o aumento da taxa de juros, volta a ser interessante investir no mercado norteamericano. Por mais que seja seguro – e é – a remuneração ainda era baixa, mas agora passa a ser interessante, o que atrairá investidores (estes, por sua vez, tirarão dinheiro de mercados como o nosso, mais instáveis);

2 – Alta do Dólar
Para investir nos EUA, por óbvio, é preciso fazê-lo em dólar. Isso aumenta o valor da moeda perante as demais do mundo. Especialistas ainda apontam a possibilidade de, paralelamente a isso, haver desvalorização do real;

3 – Inflação
Produtos importados encarecerão, o que atinge a compra de insumos agrícolas, energia excedente de Itaipu e combustíveis. A reação acontece em cadeia e os preços gerais aumentam no país;

4 – Mais juros no Brasil
Já temos juros bem altos, mas é possível que aumentem ainda mais. Isso porque, além da tendência de acompanhar o índice norteamericano, o aumento da taxa brasileira pode ser medida a ser tomada para atrair investidores. Como nosso mercado tem mais riscos, essa atração aconteceria pela remuneração maior (juros mais altos), e vale lembrar do fator primeiro: muitos tenderão a levar capitais aos EUA.

Agradeçam à Dilma e ao PT pela fragilidade total de nossa economia, o que nos coloca em posição de vulnerabilidade extrema em relação a medidas como essa.

Enfim, estamos feitos.

Notícias Recentes

To Top