Blog

EXCLUSIVO: Marina e os cargos no governo petista do Acre. Bate boca no Facebook!

Um alerta aos que, de boa-fé, acreditam que ela representa a “nova política” ou uma “ruptura”. Não, ela não representa nada disso. Estão tentando enganar vocês.

Ontem, houve uma discussão um tanto insólita no Facebook. De um lado, Tácio de Brito Júnior, irmão de Leonardo de Brito, presidente do PT no Acre; de outro, Fábio Vaz de Lima, MARIDO de Marina Silva.

Tácio, o petista, pergunta a Fábio, o marido, se pretende largar o cargo na gestão petista acreana, já que sua esposa tanto detona o partido. Fábio, o esposo, diz que não. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, teria dito.

E surge Cacá Araújo, assessor de Tião Viana (governador), para colocar panos quentes nessa cobrança de postura. Vejam que primor (aqui o link, mas por via das dúvidas vai um print porque pode dar problema na internet e o post sair do ar):

pois é...

pois é…

Com a palavra, Marina Silva.

Como é isso de ser contra a venalidade petista e ao mesmo tempo o maridão manter cargo na gestão do PT no Acre?

Essa “nova política” parece velha, Marina. Lembra você ministra do Lula na época do Mensalão e não apenas continuou no governo como ainda por cima não condenou o crime. Em tempo algum.

Se alguém ainda duvida de algo, sugiro leitura dessa reportagem (se não gostam da revista, tudo bem, procurem no Google pelo nome da cara-metade da Marina + o termo “Madeireira”).

Fica o alerta aos incautos que se deixam levar pelo papo da “novidade”. Afinal, os que gostam da Marina não tem culpa alguma e merecem saber a verdade por trás desse alegado poço de honestidade.

Ah, sim: ela não vai falar nada sobre isso. E seria hipócrita, depois de descoberto, pedir para o cônjuge sair da gestão do PT. Mas aposto que até isso não fará.

To Top