Blog

FMI já prevê queda 3,5% em 2016 para o Brasil. Em 2015, o erro foi de 4,1% para mais

Caso o erro se repita, o Brasil corre riscos de em 2016 viver uma tragédia de proporções venezuelanas.

O PIB brasileiro em queda de 3,5% para 2016 previsto pelo FMI já seria horrível o suficiente. Mas é preciso lembrar que, há exato um ano, o mesmo Fundo Monetário Internacional previa um crescimento de 0,3% para o Brasil. Hoje, ele estima o tombo do ano passado em 3,8%. A margem de erro chegou a 4,1% a favor do discurso petista. O que esperar para 2016?

Se nada for feito para mudar o topo da cadeia de comando, uma tragédia com contornos venezuelanos. Por lá, a economia desabou 10% em 2015. Por aqui, ao se considerar o grotesco erro do FMI há um ano, não seria estranho se a recessão encolhesse o PIB brasileiro em algo próximo de 8%.

21/07/2010. Bras’lia - DF. Entrevista ao programa 3 a 1 - TV Brasil (grava‹o). Foto: Roberto Stuckert Filho.

No entanto, é preciso levar em consideração que, em ano eleitoral, o novo ministro da Fazenda pretende abrir as torneiras do crédito fácil. E isso costuma render algum resultado a curto prazo. E estragos ainda maiores a longo. Como Dilma quer estar bem na fita até o final das apurações, mesmo que municipais, há chances de mais um estelionato eleitoral vir por aí.

Notícias Recentes

To Top