Blog

Gleisi deu “carteirada” em Janaína Paschoal, mas levou lição de moral

Senadora do PT queria que a autora do pedido de impeachment simplesmente se calasse na comissão especial

O time de petistas destacados para defender Dilma Rousseff no julgamento do impeachment é tão surreal que ganhou o apelido de “Turma do Jardim de Infância”. Dentre eles, Gleisi Hoffmann se destaca pelo ar arrogante sempre que se pronuncia. Em mais uma embate com Janaína Paschoal, autora do pedido de impeachment da presidente afastada, a petista daria uma “carteirada”, ou seja, usaria o próprio cargo para literalmente tentar calar a criminalista. Mas receberia da advogada uma lição de moral daquelas:

Por força desse comportamento reiterado das nossas autoridades, no sentido de dizer ‘eu sou a autoridade, você não é ninguém, portanto, cale-se’ é que o país está desse jeito. Quando eu tinha 10 anos de idade, e meu pai não tinha nem terminado a faculdade, eu escrevi uma poesia e disse: ‘não me calo’. Então eu não me calo, não é nem porque eu sou advogada, embora seja um dever de ofício e eu me sinta aqui hoje em nome da OAB e do Conselho da Ordem de São Paulo, do qual eu faço parte com muito orgulho. Mas eu não me calo como ser humano diante da injustiça, diante do autoritarismo, diante dos comportamentos ditatoriais que nós temos verificados nesse país, e é isso que a advocacia brasileira está combatendo com esse processo.”

Para rever o embate, basta acionar o player abaixo:

Mais Lidas

To Top