Blog

Governo foi incompetente e agora Dilma cortará benefícios dos trabalhadores

O corte será de R$ 18 bilhões, atingindo seguro-desemprego, pensão por morte, auxílio-doença e regras para concessão de abono salarial. Dilma disse que se o PSDB vencesse as eleições, tudo de ruim aconteceria. Pois ela própria acabará com parte dos benefícios trabalhistas.

enhanced-buzz-26482-1394819411-8

Dilma fez uma campanha repleta de ameaças e acusações contra os tucanos, dizendo que seria terrível se eles ganhassem, especialmente para a classe trabalhadora que teria direitos ameaçados pelos “neoliberais”. Todos vimos isso e muitos disseram que era “do jogo” acusar dessa forma.

Pois bem: o próprio governo do PT é quem vai cortar benefícios, segundo reportagem do Estadão. Segue trecho:

“O governo federal espera economizar cerca de R$ 18 bilhões por ano com as medidas anunciadas nesta segunda-feira, 29, para modificar o acesso ao abono salarial, seguro-desemprego, pensão por morte e auxílio-doença. A estimativa foi feita pelo futuro ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, em entrevista coletiva.” (grifos nossos)

A campanha eleitoral mais baixa e vil de todos os tempos resultou nisso: quem vai cortar os benefícios do trabalhador é a própria Dilma. O governo, gerido pelos petistas há mais de 10 anos, foi incompetente com as contas públicas e agora precisará de ajustes, cujo pagamento – como sempre – caberá à classe trabalhadora.

Cadê o pessoal que, durante a campanha, ficou fazendo terrorismo? Alguém os viu por aí?

Notícias Recentes

To Top