Blog

Governo Temer cogita permitir que brasileiro trabalhe apenas 4 dias por semana

Por que a imprensa não deu assim a notícia sobre a jornada de até 12 horas?

Michel Temer concedeu entrevista ao Pingos Nos Is, programa apresentado diariamente pelo jornalista Reinaldo Azevedo na rádio Jovem Pan. Um dos tópicos do papo foi a má vontade da imprensa com a notícia repercutida na última semana a respeito da reforma trabalhista. O presidente questionou o motivo de as manchetes não destacarem a possibilidade de o brasileiro trabalhar apenas quatro dias por semana, o que seria possível caso a lei o permitisse enfrentar expedientes de até 12 horas.

Ora… Quanto mais opções para o trabalhador, melhor para o trabalhador. E quem não gostaria de ter fins-de-semana prolongados por todo o ano? O preço para isso, claro, seria trabalhar mais em menos dia. E o Ministério do Trabalho, inspirado na experiência de policiais e profissionais da área de saúde, cogitou oferecer essa opção extra à mesa de negociação dos funcionários com os patrões.

A imprensa brasileira, com redações quase que inteiramente tomada por petistas, preferiu desinformar e ajudar a espalhar o boato de que o governo Temer ampliaria de 8h para 12h a jornada diária de trabalho.

O Implicante, por sua vez, quer que estes veículos primeiro deixem a hipocrisia de lado: ou cumprem a CLT como ela se encontra hoje, ou param de atacar qualquer proposta que busque melhorá-la.

To Top