Blog

Jucá sai do ministério no mesmo dia em que foi revelada a gravação; com o PT, a história era outra…

De fato, é um sinal dos novos tempos. E um bom sinal.

Romero Jucá - licenciamento - ministério - Foto Igo Estrela

Lula e Dilma tiveram muitos ministros envolvidos em trapalhadas e escândalos. Nas raras vezes em que foram afastados, a saída levou MUITO tempo e só ocorreu com muito custo. No geral, porém, continuavam. Um caso recente, e emblemático, foi o de Aloizio Mercadante. Após flagrante de uma gravação MUITO suspeita, com direito ao áudio disponível a todos, ele ainda assim continuou no ministério.

Os tempos, ainda bem, são outros.

No exato mesmo dia em que foi revelada uma gravação suspeita, o ministro Romero Jucá pediu licenciamento do cargo. Uma saída honrosa, até meio diplomática, mas o bom e positivo é que ele está fora do ministério. Melhor para o governo, pior para o PT – que nunca, jamais, em tempo algum agiu assim.

Diferenças
Como já explicamos neste post, os movimentos anti-Dilma, anti-PT e pró-impeachment são MUITO diferentes da outrora militância governista vermelhinha. Ninguém – nem uma viva alma! – tentou passar panos quentes ou saiu em defesa do governo ou de Jucá. Ao contrário: TODOS pediram sua saída.

É assim que tem de ser.

Notícias Recentes

To Top