Blog

Kátia Abreu, que foi testemunha de Dilma, poderá votar no processo do impeachment… De Dilma!

Sim, findado o testemunho, a testemunha virou juri.

Antes de chegar ao plenário da do Senado, o impeachment de Dilma Rousseff precisa passar pela Comissão Especial da casa. É lá que testemunhas são ouvidas para embasar o relatório que direcionará a escolha dos 81 senadores. Foi nessa comissão que Kátia Abreu falou como testemunha de defesa, afinal, fizera parte do governo que está sendo afastado. Mas ela também queria ter direito a votar o relatório e… Conseguiu!

Em outras palavras, ela vai julgar o próprio testemunho dado.

É daquelas coisas que só aceitam por não mais acreditarem que exista em Dilma Rousseff alguma força para reverter a situação. Como se, para ela, as regras não valessem, afinal, ela não tem importância alguma.

Notícias Recentes

To Top