Blog

Lava Jato agora mira outros prédios da Bancoop

Cooperativa dos bancários quebrou deixando 3.000 famílias na mão, mas entregou empreendimentos de luxo com unidades para dirigentes e petistas graúdos

Além do condomínio Solaris, no Guarujá (SP), a Operação Lava jato também investiga outros três empreendimentos ligados à extinta Bancoop, a cooperativa dos bancários ligada à CUT que quebrou e lesou cerca de 3.000 famílias. Já existe uma investigação apontando que os recursos destinados à construção dos imóveis eram desviados para o PT.

image

Após a falência da cooperativa, alguns projetos foram assumidos e finalizados pela OAS. Entre eles estão o Solaris e o Residencial Altos do Butantã, onde o atual presidente da CUT Vágner Freitas – (sim, aquele mesmo) tem apartamento. Curiosamente, os empreendimentos da Bancoop assumidos pela OAS parecem ser todos de alto padrão e ter ex-dirigentes da Bancoop, da CUT ou petistas graúdos como moradores.

A suspeita dos investigadores é que os imóveis tenham servido como propina e foram registrados em nome de laranjas e offshores para sonegação e ocultação patrimonial.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Notícias Recentes

To Top