Blog

Lava Jato: após Odebrecht doar ao PT, Lula apoiaria privatizações na Petrobras, diz delator

Ele também cita Palocci e Dilma Rousseff.

Como sabemos, o tema “privatização” é tratado como pecado mortal pela esquerda, que tem verdadeiro pânico do setor privado. Esse medo, é bem verdade, costuma desaparecer na hora das doações eleitorais.

E a esquerda também costuma usar eufemismos ou relativizações quando algum governo por ela comandado precisa desonerar a máquina pública ou, enfim, atender a outros anseios. Nesses casos, fala-se em CONCESSÃO. Pois é.

Mas o que vai agora é um tanto mais complexo. Segundo Pedro Novis, ex-presidente da Odebrecht, a empresa teria recebido apoio de Lula, Palocci e Dilma Rousseff.

Segundo o delator, a Petrobras tinha outros planos, mas a cúpula do governo agiu de outra forma. Segue trecho do depoimento:

“A Petrobrás teria nos cortado as pernas se não fosse pelo apoio do ex-presidente Lula e do ministro Palocci (…) Foi fundamental o apoio do presidente Lula e do ministro Palocci e da ministra Dilma enquanto presidente do conselho de administração para esse processo que eu acho extremamente legítimo. O que nos fizemos não foi contra lei. Ao contrário, Fomos estimulados a fazer o processo de privatização, foi definido que a Petrobrás não ia mais participar. Os outros grupos privados brasileiros se deram muito felizes” (grifamos)

E então um Procurador pergunta se “o investimento valeu a pena”, considerando as doações eleitorais ao PT. A resposta:

“Nesse sentido, valeu a pena”

Pois é.

Fonte: Estadao

Notícias Recentes

To Top