Blog

Lewandowski libera revisão do mensalão e diz que fez “das tripas coração” para respeitar prazo

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski acaba de entregar ao presidente da Corte, Carlos Ayres Britto, a sua revisão sobre o processo do mensalão. Com a entrega, o julgamento sobre o caso  poderá começar no dia 1º de agosto, desde que a presidência do STF publique uma edição extra do Diário de Justiça ainda hoje. Neste momento, o ministro Ayres Britto estuda se a possibilidade é viável.

No último dia 21, Ayres Britto enviou ofício a Lewandowski advertindo-o que deveria entregar a revisão do processo a tempo de não atrasar o início do julgamento. A cobrança de Britto irritou Lewandowski que respondeu a cobrança com outro ofício, sugerindo que a revisão poderia atrasar.

A reação de Lewandowski foi um dos assuntos mais comentados no Twitter, na manhã de hoje (26), conforme registro do Estadão:

 

Em meio a críticas sobre a demora na entrega do processo, Lewandowski defendeu-se dizendo que sua revisão foi  a “mais curta da história do Supremo”. Visivelmente irritado, o ministro disse que fez “das tripas coração para respeitar o que foi estabelecido pela Suprema Corte”.

Embora Lewandowski tenha recebido formalmente o relatório do ministro Joaquim Barbosa só em dezembro do ano passado, todo o processo, de acordo com Barbosa, já estava disponível para todos os ministros há pelo menos 4 anos.

Se a publicação acontecer hoje, tais prazos se encerram na sexta-feira, último dia útil, antes do recesso. O caso poderia, portanto, começar a ser julgado na primeira sessão do semestre que vem, dia 1º de agosto. Caso a liberação de Lewandowski só seja publicada amanhã, o julgamento poderá começar no dia 2 de agosto, ocorrendo o atraso de um dia.

Notícias Recentes

To Top