Blog

Loucura total: pra zerar mortes pelo tráfico, deputado governista defende proibir programas como o do Datena

Quem disse isso foi Chico Lopes (PC do B/CE), deputado da base do governo Dilma. Até o momento, o post continua em seu perfil. E, acreditem, não foi uma piada, nem ironia ou algo do tipo.

chico lopes - datena 1

Se alguém duvida, está lá no perfil oficial do parlamentar. Abaixo, o print, voltamos em em seguida:

chico lopes - datena

Pois é. Claro que não há qualquer evidência nesse sentido, mas sim puro chute. O principal, porém, é o traço autoritário sempre presente na esquerda. Quase sempre encontram “soluções” que consistem em proibir, vetar, regulamentar, diminuir, restringir, cercear.

É mais do que óbvio que programas policiais não aumentam número de homicídios, apenas divulgam o que acontece, trazendo a realidade do “mundo cão” a todas as pessoas (o “certo” seria esconder?). E também é mais do que óbvio que a irritação com esses apresentadores, por parte da esquerda, deve-se ao fato de que todos eles são de viés mais “direitista”, especialmente no combate ao crime.

Segundo a esquerda, o crime não acontece por culpa do criminoso, mas sim por culpa de toda a sociedade. Sim, culpa também da vítima. Recentemente, e não de forma unânime, passaram a abrir exceção aos casos de estupro, única ocasião, para o esquerdismo, em que a culpa seria somente do criminoso, mesmo. Quando se trata de homicídio, porém, culpada é a sociedade, não o bandido.

No fim, eo post bisonho do deputado serve para simbolizar dois aspectos fundamentais dos esquerdistas: faltar com a verdade (muitas vezes atropelando até a lógica mais elementar) e aproveitar qualquer momento para emplacar teses e discursos ideológicos, preferencialmente de autoritarismo do governo.

Ainda bem que, há tempos, ninguém mais cai nisso. Ao contrário: as pessoas detectam e já combatem imediatamente essas patifarias. Melhor assim.

ps – o jogo será pesado para Datena, agora que ele se lançou candidato à prefeitura de SP e já aparece em segundo nas pesquisas, mas esse tipo de post chega a ser mais folclórico e fanfarrão do que meramente um ataque… é patético!

Mais Lidas

To Top