Blog

Manifestantes de esquerda surram homem que gritou “Viva a PM”

Mesmo caído, ele continuou apanhando de cerca de 20 pessoas.

Os esquerdistas, especialmente a militância online, gostam de dizer que a direita é agressiva e eles seriam os representantes na Terra da paz e do amor. Bobagem, óbvio. Na verdade, lorota descarada.

Hoje mesmo, como já mostramos aqui, trataram de disparar insultos agressivos a Janaína Paschoal. E a prática não é isolada.

Ontem, enquanto obstruíam a Avenida Paulista, acharam que também seria o caso de agredir uma pessoa que estava na mesma via pública e não partilhava dos ideais socialistas.

Trata-se de Leandro, de 31 anos, que ficou revoltado com o fechamento da rua; abrupto e sem qualquer aviso às autoridades, além de, para variar, ser em pleno dia de semana e no horário em que as pessoas voltam do trabalho.

Sua reação foi apoiar a polícia, que retirava alguns manifestantes do local. E isso custou caro.

Leandro - Viva PM

Os “pacifistas” começaram a surrá-lo e, mesmo caído no chão, foi agredido por cerca de 20 pessoas. O relato é da Folha, que o entrevistou e a quem ele disse: “Ninguém tem direito de obstruir a via (…) a esquerda é assim, não aceita ser contrariada”

A violência é da esquerda. 20 pessoas surrando um indivíduo já no chão? Covardia extrema, sadismo explícito, agressão inaceitável.

Notícias Recentes

To Top