Blog

Maria do Rosário, hoje contra o impeachment de Dilma, não era tão contrária ao de Yeda em 2009

Recordar é viver.

Corria o ano de 2009, o lulismo ainda em alta. O “cartão” das contas públicas já estava estourando, mas a sensação era de que tudo ia bem, porque o governo continuava gastando. Nessa época, a governadora do Rio Grande do Sul era Yeda Crusius (PSDB) e, claro, os petistas não eram exatamente contrários seu impeachment. Nesse caso, não era golpe – assim como nos casos de Collor, Itamar, FHC e quem mais esteja no poder seja oposição a eles.

Maria-do-Rosario---Impeachm

Maria do Rosário (PT/RS), hoje chama o impeachment de Dilma de Golpe. Mas, em 2009, não era exatamente o que dizia sobre eventual afastamento da governadora tucana de seu estado.

Leia mais: PT já pediu até mesmo o impeachment de Itamar Franco.

Notícias Recentes

To Top