Blog

MEC garante que não cobrará mensalidade em universidades públicas, mas seria correto cobrar

Os alunos com renda maior deveriam pagar.

Surgiu recentemente uma polêmica segundo a qual talvez fosse cobrada taxa, ou mensalidade, nas universidades públicas federais. O MEC imediatamente desmentiu e, assim, caso encerrado. Ou nem tanto, pois esse debate precisa ser feito de forma mais objetiva.

Em primeiro lugar, não existe nada gratuito. Nada. E isso inclui o ensino.

Professores recebem salários, prédios exigem manutenção, auxiliares são remunerados e assim por diante. Isso sai de onde? Dos impostos. De quem? De todos.

E é aí que está a grande pegadinha da “desigualdade”, que a esquerda finge combater mas, nessa hora, deixa de lado.

Boa parte dos alunos das universidades públicas tem renda suficiente para pagar, tendo quase sempre vindo de colégios caríssimos. Como as universidades são “gratuitas”, eles não pagam. Porém, como NADA É GRATUITO, o montante usado para custear essas universidades vêm dos contribuintes.

Sim, vem também dos pobres.

Desse modo, e em resumo, defender que as universidades sejam pagas POR AQUELES QUE TENHAM RENDA é sobretudo defender os mais pobres, mas justamente nessa hora a esquerda é contra.

Por coincidência, uma grande fatia da turma canhota é composta justamente de estudantes de faculdade pública com renda bastante para pagá-las.

Fonte: G1

Mais Lidas

To Top