Blog

Medo da Lava Jato: PT já cogita se disfarçar de novo partido esquerdista para sobreviver

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

Parlamentares do PT, PSOL, PDT PSB e Rede discutem com CUT, MST, MTST e UNE a criação de um novo partido de esquerda.

A ameaça da Lava Jato de partir para cima dos partidos envolvidos no Petrolão – em especial o PT, PMDB e PP – segue abalando as convicções petistas. Rui Falcão, presidente do Partido dos Trabalhadores, já havia deixado no ar a possibilidade durante a semana. Eliane Cantanhêde solta agora no Estadão que as articulações andam bem mais sérias do que se imagina.

O projeto basicamente pegaria várias siglas menores da esquerda e tentaria forjar a partir delas um novo partido esquerdista que tentaria deixar no passado toda a rejeição observada nas pesquisas mais recentes e, malandramente, os bilhões do Petrolão que os investigadores querem que devolvam aos cofres públicos. Estariam mantendo conversas parlamentares do PT, PSOL, PDT, PSB e até mesmo da Rede, de Marina Silva, além de lideranças da CUT, MST, MTST e UNE.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

A colunista do Estadão reconhece que se trata ainda de um “balão de ensaio” e não será estranho se for logo desmentido por autoridades petistas um tanto orgulhosas. Mas o instinto de sobrevivência costuma se pronunciar nas crises brasileiras e saídas do tipo já foram utilizadas em outros verões até mesmo pela direita.

Notícias Recentes

To Top