Blog

Ministros de Dilma seguem fazendo campanha antecipada sem qualquer pudor

No caso mais recente, o ministro do desenvolvimento surge na mídia defendendo programa do ministério da saúde.

dilma-pimentel

Primeiro foi o ex-ministro da saúde, Alexandre Padilha. Em seus últimos dias no comando do ministério, entrou em rede nacional de rádio e TV para falar – com mais de um mês de antecedência – sobre uma campanha de vacinação a se realizar em 10 de março. Em anos anteriores, ele, que deve concorrer ao governo do estado de São Paulo pelo PT, se pronunciava apenas na véspera do início dos trabalhos, como mostra o vídeo abaixo:

Agora foi a vez de Fernando Pimentel, atual ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Governo Dilma Rousseff. Na segunda-feira, o petista confirmou que vai deixar o ministério até o final deste mês para sair candidato ao governo de Minas Gerais. Dois dias depois, surgiu na mídia a defender o Mais Médicos, mesmo este sendo um programa do Ministério da Saúde que pouco tem a ver com seu trabalho junto ao governo federal.

Em 2013, já tinha chamado atenção o caso de Ideli Salvatti, que buscará concorrer ao senado pelo estado do Santa Catarina. A atual Ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais do Brasil passou a ser investigada pela comissão de ética por utilizar um helicóptero do SAMU em missões oficiais. Enquanto visitava suas bases eleitorais com a aeronave, 52 acidentes com 2 vítimas fatais aconteceram nas estradas federais de atendidas pela aeronave.

Campanha limpa x Campanha antecipada

Em vídeo publicado no final de janeiro, Lula surgiu pedindo por uma campanha limpa em 2014 na internet. O pronunciamento se deu após uma reunião estratégica junto ao setor de comunicação do partido. Contudo, o exemplo não vem sendo dado pelo próprio governo quando permite que seus ministros utilizem-se de estrutura bancada pelos cofres públicos para propaganda eleitoral antecipada. Principalmente quando o uso dessa estrutura pode atrapalhar o salvamento de vidas, como no caso do uso indevido do helicóptero do SAMU em Santa Catarina.

Mais Lidas

To Top