Blog

Nada menos que 56 cubanos já desertaram do Mais Médicos

Brasília, 13.11.2013 – O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, participa da aula inaugural do módulo de acolhimento e avaliação dos profissionais cubanos para a segunda etapa do Programa Mais Médicos. Foto: Marcello Casal Jr.

No total, um batalhão de 820 médicos já desistiram do programa.

É a conclusão que o Globo chegou com os dados fornecidos pela Lei de Acesso à Informação. Dos 820 médicos que já deixaram o programa, 56 deles se ausentaram sem apresentar qualquer justificativa, todos cubanos, “o que indica que desertaram da missão oficial de seu país“, diz o jornal. Há ainda outros 470 profissionais que pediram para sair sem apresentar maiores detalhes. No geral, as justificativas entregues citam um natural avanço na carreira ou problemas pessoais. Mas há depoimentos que reclamam a falta de perspectivas de melhoras nas condições de trabalho.

Mais Médicos: 820 profissionais já desistiram do programa

Leia também | Novo conselho de notáveis do PT conta com Marilena Chauí, Emir Sader e José de Abreu

To Top