Blog

Não falta coragem ao PT para criticar o STF, quando os outros partidos farão o mesmo?

Foto: José Cruz

Se a direita não quiser ser anulada judicialmente, precisará reagir

Os deputados federais do PT divulgaram, no último domingo, uma nota acusando Gilmar Mendes, o presidente do TSE, de ser um “militante da direita brasileira“. Não é a primeira vez que autoridades petistas se voltam contra o ministro do STF. E cabe até mesmo discussão a respeito de uma eventual atuação partidária na Suprema Corte. Mas…

Mas se trata do PT, o partido que indicou oito dos atuais ministros da Suprema Corte, alguns, como Dias Toffoli e Edson Fachin, com uma conhecida atuação partidária em benefício do petismo. Contudo, não se tem notícia de partidos “do outro lado” que confrontem o viés das decisões do STF, pressionando para que o tribunal tenha uma postura mais isenta diante dos casos julgados.

Pergunta-se: quando a direita perderá o medo de pressionar o STF para que deixe o partidarismo de lado? Já está mais do que provado que se trata de um tribunal que reage a pressões políticas. Se os conservadores continuarem com essa postura covarde, continuarão sendo covardemente derrotados na Justiça.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Notícias Recentes

To Top