Blog

Nem renúncia, nem impeachment: saída “honrosa” de Michel Temer pode ser pelo TSE

Solução salomônica.

A situação de Michel Temer é insustentável na Presidência da República. Ainda assim, a destituição de um presidente não é algo fácil ou corriqueiro, sobretudo quando há uma base, mesmo enfraquecida, a impedir qualquer tentativa de impeachment.

Dessa forma, parece que chegou-se a uma saída salomônica. A repórter Andréia Sadi, da Globonews, informa que aliados de Temer vêem na ação do TSE uma forma de resolver o problema de modo a reduzir maiores danos.

A ideia consiste em cassar a chapa, recaindo a principal parte da culpa sobre a titular – sim, Dilma Rousseff -, e assim ele sairia não motivado por erro pessoal.

Resta saber, porém, se haverá eleição direta ou indireta. Porque, em caso de renúncia ou impeachment, não haveria dúvida. Mas a cassação pelo TSE pode dar margem a isso.

Mais uma vez, o mantra: aguardemos.

Fonte: G1 - blog de Andreia Sadi

Notícias Recentes

To Top