Blog

Nova tese petista: PF escolhe datas de eventos importantes para operações contra o partido

A informação é do Estadão

Imagem: TV Globo

Falamos ontem do Congresso Nacional do PT, que acontece de hoje a sábado em Brasília, e no qual provavelmente será escolhida como presidente da legenda a senadora Gleisi Hoffmann, que é ré na Lava Jato.

No evento, segundo informa o Estadão, militantes e parlamentares suscitaram uma nova tese. A queixa, agora, foi por conta da Operação Cifra Oculta, que envolve a campanha de Fernando Haddad à Prefeitura de São Paulo, em 2012.

Segue trecho, já voltamos:

“Segundo as lideranças petistas, nos últimos dois anos, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal sempre deflagram alguma operação contra integrantes do partido nos dias em que o PT realiza algum evento importante”

É mole? Claro que isso é uma falácia óbvia, mas ainda assim vale desconstruí-la de forma objetiva.

Em primeiro lugar, APENAS a Lava Jato já realizou mais de 1400 procedimentos; 775 buscas e apreensões, 210 conduções coercitivas etc. Obviamente, alguma cairia em “data importante”, qualquer que seja o partido.

Ainda assim, talvez sigam insistindo na tese.

Fonte: Estadao

Mais Lidas

To Top