Blog

O Brasil que o PT quebrou: a arrecadação de setembro é a pior desde 2010

Dilma Rousseff, Michel Temer e Lula

A queda foi de 4,72%, mas já descontada a inflação do período, que, como é perceptível no bolso, foi bem alta.

Por mais que reclamemos dos impostos que pagamos, eles são o oxigênio do estado. Um bom governo arrecada bem com uma carga tributária baixa. Os governos petistas arrecadavam até bem, mas com uma alta carga tributária. Agora, nem isso: a arrecadação segue, na palavras do Globo, “em queda livre“.

Foto: Valter Campanato/ABr - Agência Brasil

Leia também | Último mensaleiro finalmente é trazido de volta para cumprir pena na Papuda

Já descontada a inflação do período, que foi bem alta, a arrecadação para setembro de 2015 apontou uma baixa de 4,12% em relação ao mesmo período em 2014. No acumulado do ano, o tombo parece um pouco menor, pois equivale a 3,72%. Todavia, estamos lidando com valores na casa dos bilhões de reais e qualquer queda finda desastrosa para a economia.

Em média, entra está entrando R$ 100 bilhões por mês nos cofres públicos. Se de fato a arrecadação é o oxigênio estatal, está acabando o fôlego do Brasil.

Mais Lidas

To Top