Blog

O trágico desabafo da médica que atendeu um PM fatalmente ferido

A história, que definitivamente não é nada feliz, está repercutindo muito na web.

Medica - PM

Muitos internautas tem divulgado esse desabafo. Ele é de uma médica de um hospital militar que atendeu um policial baleado no Rio de Janeiro. Não é uma história feliz, mas o episódio é fundamental para que entendamos a guerra instalada no país.

Seguem alguns trechos do relato postado com a foto de seu uniforme ainda com o sangue da vítima:

03h da manhã. Estou deitada na cama de um quarto de plantão. Trabalhei por 20h e mesmo assim não consigo dormir. Só chorar (…) Hoje deu entrada neste hospital um policial militar. Atingido por um tiro na cabeça. Chegou ainda com vida, trazido por quatro outros policiais que, desesperados como quem transportassem seus próprios pais ou irmãos, gritavam tentando mantê-lo acordado. “Estamos contigo, parceiro. Você vai ficar bem. Nós estamos aqui com você.” (…) Terminou o procedimento. Mas ele faleceu. Não, essa história não tem um final feliz. E sim, eu chorei. Fiz um sinal da cruz no peito dele e saí da sala de cirurgia aos prantos, soluçando… E ainda estou chorando. Porque não me conformo em perder um policial (…) Até quando, Meu Deus, até quando???? Parafraseando meu grande amigo e brilhante médico Leandro Cacciari que atuou comigo na sala de trauma hoje, lavando minha farda, plena de sangue do policial, eu pensava: “sempre que eu lavar minha farda suja de sangue, esse sangue nunca vai ser o meu. mas sempre vai ser de algum militar. e eu sinto um puta orgulho de ter escolhido prestar assistência a esses homens que me defendem, te defendem, nos defendem.” E peço a Deus que esse orgulho dos militares alcance outras pessoas… Porque quando eu disse para a mãe dele hoje “seu filho morreu como um herói. lembre-se dele sempre com muito orgulho. nunca deixe que te digam o contrário sobre ele.”, eu estava falando de coração. Descanse em paz. Eu tenho muito orgulho de você.”

Muitas vezes, especialmente entre militantes de redes sociais, a polícia é vista como vilã. É preciso lembrar que há muitos bons policiais e a maioria é sim honesta. E, sim, a maioria enfrenta o crime para defender a população.

E, por fim, a maioria da população também apoia sim a polícia. Registre-se o desabafo. Tocando, forte e necessário.

To Top