Blog

Olha o perigo: na véspera das eleições, Lewandowski livrou da cadeia um “tesoureiro” do PCC

Integrante libertado atuava no Ceará, governado pelo PT

Sem a possibilidade de receber doações de empresas privadas, os candidatos viverão nas eleições de 2016 uma situação quase inédita: não terão grana para quase nada. Porque a população que poderia financiá-los anda endividada. E mesmo um eventual caixa 2, graças à Lava Jato, passou a ser temido pelos empresários, cansados de irem para cadeia pelo dinheiro que confiaram a políticos por eles apoiados.

O que resta à classe política? Se virar com quase nada, ou buscar o crime organizado, que não veria grandes barreiras em acrescentar mais um item à ficha corrida.

Por isso, soa extremamente imprudente a iniciativa de Ricardo Lewandowski ao livrar Luís Fabiano Ribeiro Brito da cadeia. O ministro do STF aproveitou os últimos dias de recesso do Supremo para conceder um habeas corpus revogando a prisão cautelar do integrante do PCC. Conforme observado pelo Antagonista, os promotores consideram Luís Fabiano “uma espécie de tesoureiro do grupo criminoso“, ou o tipo de pessoa que os políticos mais sujos podem recorrer para conquistarem votos este ano.

Luís Fabiano é acusado de organizar ataques do PCC no Ceará, governado por Camilo Santana, do PT.

Mais Lidas

To Top