Blog

Operador recebeu R$ 5 milhões de propina

O dinheiro foi pago por uma empreiteira.

Da Folha de S.Paulo:

erton fonseca

Dizendo-se representante da diretoria de Serviços e Engenharia, Erton Fonseca, presidente da divisão industrial da Galvão Engenharia, recolheu propina de R$ 5 milhões, paga por uma empreiteira. Ele disse ter feito o pagamento a Shinko Nakandakari. Segundo Fonseca, que está preso, Shinko atuava com o ex-gerente da Petrobras, Pedro Barusco, e desempenhava um papel semelhante ao de Alberto Youssef nas obras tocadas pela diretoria de Abastecimento da estatal, à época chefiada por Paulo Roberto Costa.

Mais Lidas

To Top