Blog

Outro truque manjado dos petistas: fingirem-se “contra Levy”. É tudo bobagem.

Tática velha e manjadíssima.

Os petistas são péssimos para governar, mas definitivamente são mestres na comunicação. A coisa funciona num nível realmente sofisticado, a ponto de conseguirem façanhas memoráveis (claro, no geral contando com a benevolência de quase toda a mídia). Um exemplo é a arte de ser governo e, nos casos impopulares, oposição de si próprios.

Joaquim Levy é o exemplo recente mais bem acabado. Ele é ministro de Dilma, nomeado por Dilma, atua sob a supervisão de Dilma e não faz NADA que contrarie as diretrizes da mesmíssima Dilma. Como o PT se comporta? Ora, a culpa de tudo é do ministro, não da Dilma.

E a imprensa, salvo exceções, compra essa tese e repercute como se fosse legítima. De quando em vez, aliás, algum “movimento social” (SEMPRE ligado ao PT) pede a cabeça do Levy (NUNCA a da Dilma). E isso vira notícia como se fosse algo real, não um truque barato de comunicação.

Lembrando que a militância trezeconfirma é a primeira a relacionar QUALQUER COISA de uma administração ao gestor máximo, desde que seja um adversário. Houve mutreta na empresa pública de um governo tal? Se for de adversário, é EMPRESA DO FULANO (troque “fulano” pelo nome de alguém que eles odeiem e esteja no poder em alguma cidade ou estado). É assim que funciona.

No caso de Dilma (como foi com Lula), a culpa nunca é deles. Houve mutreta NA SALA AO LADO, NO MESMO ANDAR? Ah, eles não viram. Não estavam. Nem ficaram sabendo. E mesmo a política econômica, determinada afinal de contas por quem chefia o executivo, eles conseguem colocar na conta APENAS DO MINISTRO. Nunca da Dilma.

Truque velho e até meio bobo. Mas boa parte da imprensa não faz tanta questão assim de rebater e fica tudo por isso mesmo.

To Top