Blog

Para Dilma, é “um escândalo” não poder voar com jatinhos da FAB

“Eu não posso, como qualquer outra pessoa, pegar um avião (comercial)” – ela escreveu isso, acreditem. Textualmente. Não é de estranhar que custasse R$ 5 mil aos cofres públicos cada corte de cabelo de nossa monarca afastada.

Dilma Roussef - Farmacia Popular - Foto Ueslei Marcelino Reuters

Essa é inacreditável até para os padrões já exagerados de Dilma Rousseff. Se não fosse algo postado em seu perfil oficial, até quem já viu o pior duvidaria. Lembrando que há poucos dias foi revelado que para CADA corte de cabelo eram gastos R$ 5 mil – e adivinha de onde vinha o dinheiro?

Mas vamos ao fato de agora: ela foi proibida de fazer viagens pelo país às custas do dinheiro do contribuinte e com jatinhos da FAB, podendo apenas fazer o percurso Brasília – Porto Alegre, já que é a cidade onde reside sua família. Quer ir para outro lugar? Então pague.

Quê? Tá doido! Ficou brava! Não aceitou isso, não! Vejam o que ela postou a respeito. Já começa com o título exageradamente equivocado, com boa dose da arrogância peculiar:

EU VOU VIAJAR
Houve uma decisão da Casa Civil ilegítima, provisória e interina, cujo objetivo é proibir que eu viaje. É um escândalo que eu não possa viajar para o Rio, para o Pará, para o Ceará… Isso é grave. Eu não posso, como qualquer outra pessoa, pegar um avião (comercial). Tem de ter todo um esquema garantindo a minha segurança, pela Constituição. É a Constituição que manda. Estamos diante de uma situação que vai ter de ser resolvida. Eu vou viajar!

Se alguém duvida, aqui tá o link do original.

Querida, isso é um impeachment, não a festa do caqui!

Enfim, Dilma já foi tarde e, se tudo correr bem, não volta nunca mais.

Mais Lidas

To Top