Blog

Para rejeitar as contas do governo Dilma em 2014, relator aponta 18 motivos

Com a rejeição das contas, os parlamentares terão o argumento jurídico para aprovar o impeachment de Dilma Rousseff.

As contas são do Estadão. Augusto Nardes, relator do caso, teria listado nada menos que 18 motivos para defender que as contas do governo Dilma referentes ao ano de 2014 não devem ser aprovadas. Em apenas um deles, surge uma cifra de R$ 185 bilhões de resíduos a pagar. Mas há os que envolvem militares, gastos sociais, compras superfaturadas e, claro, as operações de crédito junto a bancos estatais naquilo que chamam de “pedaladas fiscais”. Com a rejeição das contas, o Congresso terá o argumento necessário para aprovar o impeachment de Dilma.

Dilma

Leia também | Cristovam Buarque chama de “papelão” a volta do PDT à base de Dilma

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Notícias Recentes

To Top