Blog

Petistas pedem ajuda da OAB para monitorar ministros do Supremo

Marco Aurélio de Carvalho no lançamento do Setorial Jurídico do PT

Descontentes com a atuação do ministro Joaquim Barbosa – que pediu, na tarde de ontem (16), a condenação do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) -, a banca de advogados do Partido dos Trabalhadores quer  monitorar os votos dos demais ministros do Supremo Tribunal Federal para evitar ”atentados à democracia”.

Essa não foi a primeira vez que o núcleo jurídico petista, liderado por Marco Aurélio de Carvalho (foto acima), tenta cercear e coagir membros do judiciário e outros setores da sociedade. O grupo de advogados já tentou tirar do ar uma página do Ministério Público Federalproibir o uso de imagens do julgamento do mensalão durante o horário eleitoral e, mais recentemente, impor censura à imprensa, impedindo-a de empregar a palavra “mensalão”.

Abaixo informações de Cátia Seabra, da Folha:

O setorial jurídico do PT se reúne amanhã, em São Paulo, para discutir uma manifestação política em resposta às críticas do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa.

O relator do mensalão conclamou seus colegas de corte, anteontem, a combater o que chamou de “ataques pessoais” dos advogados de defesa no julgamento.

Barbosa disse que a Justiça brasileira não poderia se deixar ameaçar por “guildas [grupos profissionais]“.

Coordenador do setorial jurídico petista, Marco Aurélio de Carvalho deverá propor à OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) a criação de uma comissão para acompanhar o julgamento e evitar “atentados à democracia”.

“Esse é um prenúncio de como será Joaquim Barbosa na presidência do STF e nos traz a compreensão de que ele ainda não se despiu do papel de procurador. Ele precisa vestir a toga de ministro do Supremo”, disse Carvalho.

A pedido do deputado federal Cândido Vaccarezza (PT-SP), o grupo discutirá ainda medidas legais para responsabilizar o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pela confecção de uma cartilha, exibida no site oficial do Ministério Público Federal, para apresentação do mensalão a crianças.

(Grifos nossos)

Leia mais aqui.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Mais Lidas

To Top