Blog

Piada pronta: da área VIP do show dos Stones, chamaram Roger do Ultraje de “coxinha”

Sai a “esquerda caviar”, entra a “esquerda pista premium”. E chamando os outros de “coxinhas”, é mole?

A cena é comum: empresários ou artistas famosos, com salários milionários, chamando adversários da esquerda (quase sempre em piores condições financeiras) de “coxinhas”. O termo, que nasceu para designar os outrora chamados “almofadinhas”, não demorou a tornar-se mais uma das antíteses amalucadas que compõem este país.

Isso porque quase sempre são pessoas ricas e abastadas que empregam tal palavra para “tirar sarro” de interlocutores no geral não tão afortunados.

O último episódio, evidentemente patético, foi uma pessoa da “área VIP” do show dos Rolling Stones no Maracanã chamando Roger Moreira, vocalista do Ultraje a Rigor, de “coxinha”. O músico, como se sabe, tem postura anti-esquerda e, com isso, também muitas vezes anti-PT. E é o bastante para levantar a ira da militância, especialmente aquela que frequenta espaços VIP.

De todo modo, a banda “revidou” no melhor estilo, com música. E, ao que parece, as coisas ficaram bem.

Mas vale lembrar que o ingresso na chamada “Pista Premium” é caríssimo e definitivamente não é algo para a classe operária. No fim das contas, a militância esquerdista no Brasil tornou-se uma piada pronta. Sai a “esquerda caviar”, entra a “esquerda pista premium”.

Roger Moreira - Ultraje a Rigor - Pista Premium - Show Rolling Stones - Area VIP - Coxinhas

O caso vale como retrato da militância política atual: defensores do governo estão em caríssimas áreas VIPs de shows internacionais, enquanto as pessoas que a ele são contrárias frequentam lugares bem menos badalados. Quem é coxinha, afinal?

To Top