Blog

Placar dos ministros investigados: Dilma Rousseff 21 x 8 Michel Temer

Com a diferença de que o STF não é composto majoritariamente por ministros nomeados pelo PMDB.

De volta à oposição, a esquerda voltou a se preocupar com a qualidade dos ministros que auxiliam o presidente da República. E logo fizeram questão de espalhar que 7 dos nomeados por Michel Temer estavam sendo alvos da Lava Jato. Tolinhos. São 8 ministros. Ou 13 a menos do que os investigados que auxiliaram Dilma Rousseff nos pouco mais de 5 anos de desgoverno. Destes 21 nomes, ao menos 5 foram exonerados apenas no minuto final.

Um deles participa dos dois momentos: Henrique Alves, ministro do Turismo na gestão anterior e nesta.

Michel Temer bem que poderia ter evitado levantar essa bola para o adversário. Mas, de alguma forma, achou que era um risco que compensava correr. Espera-se que não tenha agido, assim, para dificultar a ação da Lava Jato. Até porque esses 8 nomes continuarão sob investigação, mas aos cuidados de um STF que, diferentemente da gestão anterior, contará com um único membro nomeado pelo partido do presidente: Celso de Mello, ainda pelo longínquo governo Sarney.

Abaixo, a lista completa:

Ministros investigados no Governo Temer

  1. Bruno Araújo
  2. Eliseu Padilha
  3. Geddel Vieira Lima
  4. Henrique Alves
  5. Mendonça Filho
  6. Raul Jungmann
  7. Ricardo Barros
  8. Romero Jucá

Ministros investigados no Governo Dilma

  1. Aloizio Mercadante
  2. Antonio Palocci
  3. Arthur Chioro
  4. Carlos Gabas
  5. Celso Pansera
  6. Edinho Silva
  7. Edison Lobão
  8. Erenice Guerra
  9. Fernando Bezerra
  10. Fernando Pimentel
  11. Gilberto Carvalho
  12. Gleisi Hoffmann
  13. Guido Mantega
  14. Henrique Alves
  15. Izabella Teixeira
  16. Lula
  17. Mario Negromonte
  18. Mauro Borges
  19. Mozart Sales
  20. Paulo Bernardo
  21. Silas Rondeau

 

Notícias Recentes

To Top