Blog

Polícia Federal fez busca e apreensão no escritório do filho de Lula

Empresa de “Lulinhazinho” é suspeita de participado de “venda” de medida provisória no primeiro mandato de Dilma.

Tudo se deu na quarta fase da operação Zelotes, que investiga fraudes em julgamentos do CARF, conselho ligado ao Ministério da Fazenda. A PF cumpriu um total de 33 mandados, sendo 18 de busca e apreensão. O escritório de Luis Claudio Lula da Silva, filho de Lula, foi um dos alvos dessa segunda modalidade. Duas horas depois, o ambiente foi liberado já sem uma porção de caixas de documentos levados pelos policiais.

Boneco Lula - Manifestações

Lulinhazinha, como é chamado – não confundir com Lulinha, o outro filho de Lula –, é dono da LFT Marketing Esportivo. A empresa é suspeita de ter recebido R$ 2,4 milhões por “venda” de uma medida provisória de interesse de empresas do setor automobilístico ainda no primeiro mandato de Dilma. O CNPJ foi aberto no mesmo ano em que a negociação se deu: 2011.

Notícias Recentes

To Top