Blog

Prefeitura de SP pagou 156 sem comprovar que serviço é feito

Os indícios são de que a Secretaria de Comunicação pagou por serviços sem comprovar se eles foram executados e o contrato teve um dispositivo para parecer artificialmente mais barato.

Do Estadão:

haddad-450x338-agbrasil

Um relatório da Controladoria Geral do Município mostrou falhas no contrato do serviço 156, o teleatendimento da Prefeitura de São Paulo. Os indícios são de que a Secretaria de Comunicação pagou por serviços sem comprovar se eles foram executados e o contrato teve um dispositivo para parecer artificialmente mais barato, chamado “jogo de planilhas”. A estimativa da CGM é de prejuízo de R$ 28 milhões. O “jogo de planilhas” consiste em baratear parte dos itens que compõem o custo de um contrato, de forma a vencer a licitação. Mas, na hora de prestar o serviço, os itens com preços mais elevados são utilizados mais vezes do que o previsto. No fim das contas, a empresa acaba recebendo mais, tornando o contrato mais caro do que era o dos concorrentes.

Notícias Recentes

To Top