Blog

Prisão de João Santana pode atrapalhar até a aprovação da CPMF

Assim sendo, torçamos para que ele fique um bom tempo atrás das grades

2015-784439519-santana3.jpg_20150121

De acordo com emails divulgados pela revista Época, representantes do governo haviam contatado João Santana no final do ano passado para consultá-lo sobre campanha pela CPMF. Os assessores da Secretaria de Comunicação comandada por Edinho Silva (PT-SP, também investigado pela Lava Jato) utilizaram endereços de email pessoais para enviar documentos e fazer solicitações em nome de Dilma a Santana.

Os emails revelam que membros do governo, inclusive o próprio ministro Edinho, faziam “consultas” informais com frequência ao marqueteiro durante a elaboração da campanha em favor da volta do imposto. Afinal, Santana tinha mais de 100 milhões de motivos para oferecer “opiniões” extra-oficialmente em questões de interesse do governo.

Com essas provas, ficará difícil alegar que Dilma não tinha proximidade com João Santana.

 

Notícias Recentes

To Top