Blog

PT baiano gasta com propaganda mais que o dobro do que gasta com segurança

Já em São Paulo, Geraldo Alckmin anuncia a expectativa dos melhores números em pelo menos 14 anos

Brasília-DF, 10/02/2011. Presidenta Dilma Rousseff recebe o governador da bahia Jaques Wagner. Foto: Roberto Stucket Filho/PR

Para cada R$ 1,00 que gasta com segurança pública, segundo dados oficiais, o governador Jaques Wagner do PT da Bahia gasta R$ 2,17 com propaganda do seu trabalho. É o que denunciou o deputado Luciano Simões, do PMDB, em sessão plenária da quarta-feira, dia 06 de novembro:

Na sessão plenária desta quarta-feira (6) o deputado Luciano Simões (PMDB) apresentou dados disponibilizados pelo próprio Governo do Estado em seu sistema Fiplan, os quais comprovam o baixo investimento em áreas prioritárias como saúde, educação e saneamento durante este ano.

De acordo com dados, o governo investiu apenas 4,62% do previsto, sendo que as áreas prioritárias tiveram execução abaixo de 20%. Entre 2007 e 2012, o governo gastou R$ 625 milhões com publicidade e propaganda enquanto, no mesmo período, foi gasto apenas R$ 287 milhões com segurança pública. Este ano, já foram registrados 168 assaltos a banco no estado.

(grifos nossos)

A denúncia torna-se ainda mais grave por se tratar de um governo que no ano passado enfrentou uma greve trágica na qual foram assassinadas 171 pessoas durante a paralisação de sua polícia militar. Na época, o governador Jaques Wagner negava-se a pagar qualquer valor acima do reajuste então concedido ao funcionalismo no estado.

Na semana passada, dados das próprias secretarias de segurança do Brasil colocaram a Bahia no quarto lugar do triste ranking de estados que mais contabilizam casos de assassinatos. No caso baiano, já são 40,7 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes.

Em São Paulo, recorde positivo

Mas nem todos os governos do país têm do que se envergonhar. Em São Paulo, o governador Geraldo Alckmin assina a segunda menor taxa de homicídios do país, atualmente em 11,5 para cada grupo de 100 mil habitante. E garantiu que em 2013 estas baixas não passarão de 4500. Em 1998, elas chegaram a quase 13 mil:

“Esse ano de 2013 deveremos ter uma redução significativa de homicídios. Tivemos problemas no final do ano [de 2012] por questão do combate ao tráfico de drogas, e você não tem uma queda linear sempre, mas nós tínhamos em 1999, 12.880 homicídios. Baixou para 11, 10, 9, 7, 6 ,5 [mil], ano passado foi 4.800. Esse ano ficará abaixo de 4.500“, afirmou Alckmin.

(grifos nossos)

Diferente do governo federal, que, diante de casos como o do Ministro da Fazenda, Guido Mantega, segue mantendo-o no cargo mesmo com mais uma redução da expectativa do PIB, o segredo do sucesso do PSDB em São Paulo está na iniciativa de trocar a cabeça do comando:

Em novembro do ano passado, quando o governo identificou que os índices não se revertiam, o secretário de Segurança Pública Antonio Ferreira Pinto foi substituído por Fernando Grella Vieira.

(grifos nossos)

Notícias Recentes

To Top