Blog

Que crise? Petista Fernando Haddad aumenta gasto com pessoal em R$ 470 milhões

No mesmo período, houve queda na arrecadação e queda nos investimentos. E depois há quem não entenda a urgência de tirá-lo da Prefeitura.

A crise econômica – repita-se sempre: causada pelos governos dos petistas Lula e Dilma Rousseff – obriga as administrações públicas a tomarem medidas drásticas. E, sim, essas medidas invariavelmente são cortes em alguns programas, diminuição de despesas e assim por diante.

Menos quando se trata de Fernando Haddad (é possível, por aqui, avaliar a qualidade desse gestor). O prefeito de São Paulo parece ter um “talento” similar aos colegas de partido quando se trata de finanças públicas.

Lula - Fernando Haddad - despesas com pessoal - eleições 2016

Vejam só: a arrecadação e os investimentos de São Paulo diminuíram. Pois é, isso está acontecendo de forma generalizada. Mas aí ele simplesmente aumenta a despesa com pessoal. Não um aumentinho qualquer, mas sim de 6% em relação ao período analisado anteriormente.

Em números absolutos: R$ 470 milhões.

Cabe perguntar: disso tudo, quanto vai para os cargos de confiança?

Pois é. Aguardemos.

Notícias Recentes

To Top