Blog

Reeleição de Lula foi quitada por propina da Petrobras, segundo delator

Foto: Ricardo Stuckert/PR

O valor equivalia a 3,75% do contrato de R$ 1,6 bilhão assinado entre o Grupo Schahin e a Petrobras.

A dívida que o PT mantinha da campanha ainda de 2006 estava aberta em R$ 60 milhões junto ao banco Schahin. Para quitá-la, o governo Lula utilizaria-se do contato de operacionalização da sonda Vitoria 10.000 em 2007. A denúncia veio por colaboração premiada assinada por Eduardo Musa, ex-gerente-geral da Diretoria Internacional da Petrobras. A quantia equivale a 3,75% do valor do contrato de R$ 1,6 bilhão assinado pelo Grupo Schahin e a estatal. Desta forma, tem-se mais um caso de lavagem de propina via volumes utilizados em campanhas eleitorais do Partido dos Trabalhadores.

Foto: Ricardo Stuckert/PR

Leia também | Após desconto desastrado, Dilma faz consumidor pagar R$ 10 bilhões extras na conta de luz

To Top