Blog

Se a participação da militância petista caiu pela metade, Lula teria mesmo apoio popular?

Diminuição drástica põe em xeque estratégia da aclamação.

Foto: Paulo Whitaker / Reuters

Uma das estratégias para Lula na Operação Lava Jato é transformar seu depoimento numa espécie de ato político, de certa forma lançando simbolicamente sua candidatura em 2018. O problema é que alguns fatores tornam a empreitada um tanto complexa.

A participação petista encolheu

E não foi pequena diminuição, pois o número de filiados que participaram do processo eleitoral deste ano é MENOS DA METADE daquele de 2013. Despencou de 420 mil para 200 mil petistas participantes.

Num momento em que o apoio popular seria um grande trunfo, soa até estranho que a própria militância tenha encolhido tanto assim.

Moro x Lula

Eles ficarão frente a frente e o caminho adotado é o de uma espécie de enfrentamento. A militância ataca Sergio Moro, colocando-o como adversário de Lula. Parece uma boa jogada, mas é preciso conferir os números também quanto a isso.

Segundo o “Pulso Brasil”, do Ipsos, a rejeição a Lula é de quase 60% e Sergio Moro teria menos de 30%. Já a aprovação a Lula seria de 38%, inferior aos 63% de Sergio Moro. Desse modo, parece bem equivocada a postura do enfrentamento.

Portanto

Considerando o encolhimento da participação da militância e a hipótese de adotar o “enfrentamento” com uma das figuras mais populares do país, é razoável supor que o apoio da população a Lula não será como muitos anunciam.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Notícias Recentes

To Top