Blog

Se estiver na Lava Jato, Cid Gomes disse que “Teori é corno, Janot é ladrão e Moro, picareta”

Quem sai aos seus não degenera.

Cid Gomes - Dilma Rousseff

O ex-ministro da Dilma e ex-governador do Ceará, Cid Gomes, irmão do ilustre Ciro, soltou uma declaração no mínimo estranha, e que definitivamente ultrapassa alguns limites mínimos da urbanidade. Ele disse o que vai a seguir no evento de comemoração de seu aniversário na cidade de Sobral.

Segundo consta, tudo teria sido gravado por convidados. Confiram:

“Por ter minha consciência tranquila, (…) sou capaz de falar mal do ministro Teori Zavascki. Eu digo: ‘ministro, o senhor é corno, se eu tiver nessa operação (…) Veja bem, eu tenho tanta segurança de que não estou nisso que, se estiver, o ministro Teori é corno (…), o Janot é ladrão, e o (juiz Sergio) Moro é um picareta…”

Diante da divulgação do que disse, ele deu a seguinte explicação:

“Eu não falei nada (…) Como não estou, nem o Teori é corno nem o Moro é ladrão nem o Janot é desonesto. O resumo é: tenho tanta paz na consciência de que não estou envolvido nisso, que eu seria capaz de agredir, se estivesse. E quem estiver (na Lava Jato) tem que bajular, não agredir. Como não estou, não há agressão de minha parte”

Uma lógica um tanto complexa. Se está com tanta paz assim, por que as agressões verbais, ainda que hipotéticas? Poderia ter passado sem isso.

To Top