Blog

Se Lula virar ministro, não poderá ser julgado por Sérgio Moro

Ministros são julgados pelo STF, para o qual Lula e Dilma nomearam a maioria dos juízes.

Lula STF

A história começou como boato, mas logo passou a circular em colunas sérias. Segundo Gerson Camarotti, a nomeação seria para “estancar a crise” e o próprio Lula estaria resistindo à ideia. Bobagem. A crise não seria estancada, talvez até piorasse (do ponto de vista político), mas a nomeação garante foro privilegiado. Além do G1, o Estadão também passou essa notícia de bastidor.

Essa nomeação, caso realmente aconteça, será o gesto final de desespero do governo Dilma, com pitadas de escárnio.

E é bom lembrar que o foro privilegiado dos ministros, por óbvio, só existe enquanto eles estão no ministério. Em caso de impeachment, e consequente troca ministerial, o privilégio de julgamento pelo STF também cai.

Nomear Lula, portanto, teria de prático apenas o adiamento, mas não seria uma solução definitiva para nada. Seria, ao fim e ao cabo, uma medida burra. O problema é que já nos acostumamos a sempre esperar o pior (e medidas burras) da gestão Dilma.

To Top