Blog

Situação difícil: se Lula for candidato em 2018, qual partido grande fará parte da chapa?

Sem grandes alianças e estruturas, a campanha pode ser um fiasco.

Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula

Lula se elegeu, em 2002, aliado ao então PR, numa campanha com boa visibilidade na TV e estrutura forte, assim como em 2006. Já em 2010, com Dilma, feito repetido em 2014, a aliança era formada também por PMDB, maior partido do país.

Além de tudo, frise-se sempre, campanhas caríssimas, cujos detalhes agora surgem de forma não exatamente abonadoras. A pergunta, portanto, é até óbvia: qual partido realmente grande fará parte da chapa de Lula? Todos os aliados de outrora não o farão e mesmo alguns potenciais, como PDT e Rede, lançarão candidatura própria.

Desse modo, a previsão é de que tenha bem pouco tempo na TV, sobretudo nas inserções, concorrendo como “candidatura nanica” – embora, claro, Lula tenha alta popularidade e consiga manejar-se de outras formas. Ainda assim, mesmo para ele, será um desafio complicadíssimo.

To Top